Governo projeta interligação de centros de pesquisa

raupp-20130402165306Brasília – Um projeto do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) tem um prazo para consolidar até 2015 uma rede de integração nacional dos polos de conhecimento de diversos setores que hoje atuam isoladamente, especialmente nos laboratórios universitários.

O desafio governamental foi apresentado na terça-feira (2) pelo ministro Marco Antonio Raupp que afirmou que a estratégia do governo é desenvolver mecanismos de cooperação com a iniciativa privada para que as empresas utilizem os recursos de pesquisa e conhecimento do setor público.

Através  da rede de integração será possível o acesso de pesquisadores de todas as regiões a outros trabalhos relacionados já desenvolvidos . Incentivar esse intercâmbio de conhecimento é um dos objetivos do MCTI para a implementação de parcerias público-privadas (PPPs) em setores como os de desenvolvimento tecnológico, biotecnologia e nanotecnologia. As empresas ficariam responsáveis por viabilizar parte dos recursos e a qualificação profissional dos participantes. Os projetos de desenvolvimento apresentados pelos empresários seriam analisados por um grupo de trabalho interministerial com a participação de representantes da iniciativa privada.

Segundo Raupp, atualmente existe um sentimento nos laboratórios de que os pesquisadores trabalham para ninguém, e, assim, é importante que as empresas busquem parcerias com essas fontes públicas.

As empresas parceiras terão juros subsidiados e subvenções econômicas, inclusive a fundo perdido. A principal fonte de financiamento será o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

 

FONTE: Infologopet