Realidade virtual sem fio

Enquanto dispositivos de realidade virtual estão ficando cada vez mais populares entre as pessoas, seja para o divertimento, com jogos de todas as naturezas, seja para educação e outras aplicações práticas, pesquisadores no mundo todo tentam solucionar uma questão que limita em alguns aspectos o uso de dispositivos VR: a necessidade de fios para conectar os headsets a aparelhos mais potentes, como PCs.

Essa tecnologia utilizada é a mesma que vem sendo testada em células de internet móvel 5G. Trata-se de “transistores de alta velocidade cuidadosamente sincronizados que roteiam ondas de forma diferente nos dois sentidos”. Um pouco complicado? Os pesquisadores facilitam para a gente: são como dois trens que seguem em um mesmo trilho um contra o outro, mas que podem mudar de linha milimetricamente para não colidirem.

A ideia é que esses “circuladores” possam ser incorporados em processadores convencionais e permitam a comunicação sem fio bidirecional entre o chip e dispositivos. Esse sistema que funciona em duas mãos causa menos congestionamento e maior capacidade de largura de banda.

É exatamente isso que pode permitir que usemos óculos de realidade virtual ligados a computadores por meio de ondas milimétricas, evitando os inconvenientes fios que podem limitar a movimentação dos usuários.

Fonte: TecMundo