Energia nuclear vira alternativa para automóveis

A empresa Laser Powered Systems desenvolveu um carro conceito movido a energia nuclear, que utiliza laser de tório, um material radioativo que pode ser isolado por uma simples lâmina de alumínio, como fonte energia para alimentar um gerador elétrico com turbina vapor. Esse motor futurista seria capaz de movimentar um carro por 500.000 quilômetros com apenas oito gramas de material.

O sistema foi criado para pequenas centrais elétricas, para produzir eletricidade para residências ou ser empregado em geradores portáteis, mas por suas pequenas dimensões e tecnologia acessível pode ser aplicado, sem problemas, também debaixo do capô de um veículo com total segurança, de acordo com a empresa. O tório (elemento químico da tabela periódica) está disponível na crosta terrestre tanto quanto o chumbo, e tem alto rendimento na produção de energia, o que torna enorme o seu potencial de aplicação.

Em 2009, a Cadillac (divisão da General Motors) criou um protótipo (foto acima) baseado no sistema de energia do tório, mas engavetou o projeto. O tório poderá se converter numa alternativa viável de energia para os automóveis, tanto quanto as pilhas de combustível, o hidrogênio, a eletricidade, os supercapacitores e o butano.

Fonte: Carsale