Eficiência energética: na direção certa

Da Agência Ambiente Energia – Enquanto o governo prepara o lançamento do Plano Nacional de Eficiência Energética (PNEf) previsto ainda para este ano, as iniciativas cotidianas mostram que as boas práticas trazem resultados bem significativos. Um exemplo está no Relatório do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel) de 2011, que tem como ano base 2010.

Com as ações e medidas adotadas, chegou a uma economia de 6,16 bilhões de kWh, marca 13% maior do que a verificada em 2009. O resultado também representou 1,47% do consumo total de eletricidade no país ou uma produção anual de uma hidrelétrica de 1.478 MW. As ações do Procel trouxeram ainda uma queda de 2.425 MW na demanda de ponta, de acordo com dados do relatório. No ano passado, o programa teve um investimento de R$ 76,23 milhões.

Os bons resultados também estão no balanço que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) fez dos investimentos das empresas em eficiência energética. Segundo os dados da agência, de março de 2008 a junho de 2011, as

concessionárias apresentaram 774 projetos, que somaram um investimento da ordem de R$ 1,8 bilhão. A economia de energia alcançada ficou na faixa de 1,82 milhão de MWh, por ano, resultado equivalente ao consumo de um milhão de unidades consumidoras, por ano, se for considerado um consumo médio de 150 kWh/mês, por unidade.

Acesse o Relatório de Resultados do Procel 2011 – Ano base 2010

Fonte: Ambiente Energia