A lâmpada híbrida da GE

A General Electric anunciou recentemente que em 2011 irá lançar no mercado norte-americano uma lâmpada híbrida de halogêneo e fluorescente. A ideia é ultrapassar o problema de temperatura que afeta as lâmpadas fluorescentes, que só atingem a sua luminescência total depois de um período de aquecimento.  O novo modelo, que na verdade comporta duas lâmpadas dentro da ampola, soluciona a questão através da lâmpada de halogênio, que se aloja no interior da espiral fluorescente, e que funciona apenas enquanto a sua “colega” ganha potência.

O fabricante afirma aínda que esta nova tecnologia reduziu substancialmente o teor de mercúrio utilizado por unidade, um dos principais óbices levantados contra a utilização (e descarte) das lâmpadas fluorescentes. O tempo de vida do novo produto é estimado como sendo semelhante ao das fluorescentes tradicionais, ou seja, 8.000 horas.

Fonte: Eco Habitar

Lucas Conceição

%d blogueiros gostam disto: