Como robôs estão sendo integrados na construção

Como robôs estão sendo integrados na construção

O setor da construção é um dos maiores da economia mundial, empregando cerca de 7% da população economicamente ativa e movimentando cerca de US$10 trilhões anuais em bens e serviços. Apesar da automação e do uso de robôs já estar presente nesta área, a implementação destas novas tecnologias nela é um processo relativamente lento, principalmente comparado a áreas como a mineração e a agricultura, que já utilizam sistemas autônomos faz anos . Nesta matéria, iremos comentar sobre a importância de acelerar esse processo e ver como os robôs estão mudando a indústria da construção.

Antes de prosseguir, é importante lembrar a diferença de robôs para simples máquinas, uma vez que o termo “robô” muitas vezes é usado erroneamente. Em geral, todos os robôs são máquinas, mas nem todas as máquinas são robôs. A característica principal que distingue os robôs das máquinas é a possibilidade de programá-los para realizar tarefas complexas e para operar, pelo menos, em modo semi-automático. A seguir, veremos o porquê da implementação deles ser importante para a área da construção.

Importância

Mesmo sendo um setor tão grande, o crescimento da produtividade anual da indústria de construção é de apenas 1%, enquanto o da economia mundial é de 2,8% e 3,6% na parte de manufatura, nas últimas duas décadas. Um relatório publicado pela McKinsey Global Institute  e McKinsey Capital Projects & Infrastructure Practice  sugere um potencial de 50 a 60% de melhoria no setor, podendo liberar um valor de 1.6 trilhões anuais. É o que podemos ver no GIF abaixo.

Nesse sentido, o uso intenso de robôs pode causar grandes avanços não apenas na produtividade, mas também na segurança e na eficiência. Uma dúvida muito comum é se o uso de robôs não estaria “roubando” empregos na área de construção. Para isso, Noah Ready-Campbell, o fundador da Built Robotics, responde: “robôs não automatizam trabalhos, eles automatizam tarefas. Nós pensamos no robô como basicamente um multiplicador de força para os operadores no local da obra.”(tradução livre do inglês).

É importante lembrar que muitas destas tarefas são perigosas, sendo a construção, em diversos países, um dos segmentos que mais registra acidentes de trabalho. Além da citada Built Robotics, muitas empresas vêm implementando robôs na construção, incluindo gigantes como Caterpillar e Komatsu. 

Quais tipos de robôs têm sido implementados e como eles podem nos ajudar é o que veremos a seguir.

Os Robôs de Construção

Braços Robótico:

Estão entre os modelos mais prevalentes na construção. São capazes de mover materiais, amarrar vergalhões, construir paredes e etc.

Devido à sua alta precisão, realizam um aumento considerável na produtividade.

Um interessante exemplo é o robô Hadrian X. Desenvolvido pela Fast Brick Robotics, é capaz de realizar impressão 3D e de empilhar tijolos com alta precisão e tempo mínimo. Veja no GIF abaixo:

Rovers:

São equipamentos com câmeras de alta definição e diversos sensores sendo capazes de navegar de maneira autônoma pela construção, desviando de obstáculos e fornecendo suporte aos trabalhadores. Em alguns casos podem carregar materiais, em outros são capazes de realizar inspeções. Nesse último caso temos o rover desenvolvido pela Doxel, que usa de sensor LiDAR para realizar suas tarefas, veja abaixo:

Veículos Autônomos Aéreos(UAVs, ou, drones):

Esses ajudam consideravelmente nas inspeções e pesquisas, fornecendo imagens de diversos ângulos do local de obra. Também podem auxiliar no transporte de materiais e diversas outras possibilidades. Como exemplo, drones feitos pela ETH Zurich (Suíça) conseguiram construir uma ponte de cordas capaz de suportar um ser humano. Veja:

Veículos Autônomos:

Eles podem transportar materiais e realizar tarefas específicas. Uma estratégia interessante é a adotada pela Built Robotics, que não constrói equipamentos de construção, mas cria sistemas de orientação com inteligência artificial para implementar em equipamentos já existentes. Dessa forma, os operadores conseguem acompanhar o trabalho feito por essas máquinas, assim como programar suas tarefas. Veja:

Esses são só alguns exemplos para mostrar um panorama geral de como os robôs estão sendo integrados na construção. Para mais exemplos, recomenda-se visitar os links deixados nas fontes.

Gostou do texto? Comente  e compartilhe!

Autor: Gustavo Elias Cândido

Fontes: How Autonomous Robots Are Changing Construction, What If We Automated Construction?, The Construction Robots are Coming, Why Construction Matters, Improving Construction Productivity, Construção civil está entre os setores com maior risco de acidentes de trabalho, How Swarm Bots will Change the Construction Industry.

Gustavo Candido

%d blogueiros gostam disto: