Como funciona: Processamento de Dados

Como funciona: Processamento de Dados

Eu tenho certeza que você já ouviu falar sobre dados anteriormente, mas você sabe como realmente estes são processados?

Toda a informação que chega até você, seja de redes sociais, ou em sites da internet são nada mais nada menos que dados sendo transmitidos. Esses dados antes de chegarem até seu destino final são processados por um computador a fim de garantir integridade, confidencialidade, confiabilidade, irrefutabilidade e disponibilidade na informação transmitida. Caso esses dados não fossem processados, então não haveria informação para ser lida.

Apesar dos computadores serem uma invenção de antes da segunda guerra mundial, o processamento de dados só foi concretizado em 1945, durante a segunda geração dos computadores digitais. A ideia de desenvolver uma unidade central de processamento que seria capaz de executar diversas tarefas foi de John Von Neumann e foi batizada como EDVAC, projeto que só foi finalizado em 1949, depois da invenção do transistor, que também foi um grande marco para a história da computação visto que foi capaz de substituir as frágeis válvulas que eram grandes e gastavam mais energia, além de serem menos confiáveis. Apesar do EDVAC ter sido um dos primeiros modelos de processadores, foi computadores como Mark I, da Universidade de Harvard, que marcaram o início da era dos computadores modernos, capazes de armazenar programas.

Os dados nada mais são do que coleções de fatos crus, como por exemplo números, palavras, medidas, observações ou apenas descrições de objetos. 

Os dados podem ser categorizados em quatro diferentes tipos: alfanumérico, que representa números, letras e outras caracteres; imagem, que aborda tanto fotos, figuras quanto gráficos; áudio, onde são englobados sons, barulhos e tons; e, por fim, vídeos, tratando-se de imagens que se movem ou figuras.

Sozinhos, os dados parecem não ter uma grande importância,  mas quando arranjados de forma correta eles podem carregar informações. Dessa forma podemos dizer que informações são uma coleção de fatos organizados e processados que têm algum valor adicional além do individual que carregam.

O processo de transformação dessas informações em um conjunto delas é chamado processamento de dados. 

O processamento de dados está diretamente ligado ao hardware e ao software de um dispositivo eletrônico. O Hardware é o responsável por realizar o processamento de todos os dados através de seus componentes de memória e processador. Após realizar o processamento destes, ou seja, manipular esses dados, o computador irá dar um retorno para o usuário através das saídas de informações e é a partir delas que o usuário consegue ter acesso às informações desejadas.

  1. Entrada

É o processo no qual os dados são coletados e transformados em um formato que é entendido pelo computador. Esse processo é seguido por outros quatro muito importantes, e são eles:

  • Coleta de dados: estágio no qual todos os dados crus são juntados e preparados para o processo de input.
  • Codificação dos dados: processo onde os dados crus são convertidos em um formato que é mais fácil para colocar em um sistema de processamento de dados.
  • Transmissão de dados: estágio onde os dados do input são enviados para o processador, carregando diferentes componentes.
  • Comunicação de dados: uma série de atividades que permite que os dados de um sistema de processamento possam ser enviados para outro.
  1. Processamento

Estágio onde os dados são transformados em informações através de uma manipulação de dados

E é assim que funciona! Um usuário interage com o computador, dando a ele instruções do que deve ser feito, essas instruções vão direto para a CPU (central de processamento da unidade) onde processam os dados devido as instruções previamente colocadas e então são enviados para os softwares, que dão a instrução para esses dados. 

Algumas técnicas de manipulação de dados são: classificação, armazenamento e cálculo.

  • Classificação: quando os dados classificados são dirigidos a diferentes grupos e subgrupos para que cada dado possa ser tratado de forma separada.
  • Armazenamento: quando os dados são arranjados em uma ordem específica para que possam ser acessados mais rapidamente quando necessário.
  • Cálculo: realização de operações nos dados numéricos para que possam atingir os resultados esperados.
  1. Saída

Depois de todas essas etapas, uma saída é gerada. A saída é onde os dados processados estão presentes em forma de informação para o usuário.

A saída é composta de três atividades: decodificação, comunicação e recuperação.

  • Decodificação: dados são codificados para uma forma que seja mais fácil de se entender. 
  • Comunicação: a saída gerada é enviada para diferentes lugares que serão utilizados pelo usuário.
  • Recuperação: a saída guardada no armazenamento de media pode ser recuperada a qualquer momento.

É importante frisar que toda informação que é processada e armazenada para uso futuro.

Gostou do texto? Deixe um comentário!

Camilla Schettino

%d blogueiros gostam disto: