Foi criado um robô que pode se auto-regenerar

Pesquisadores da Universidade de Vrije, na Bélgica, desenvolveram uma nova classe de robô “soft”, que pode se auto-regenerar após ser cortado, amputado ou furado por algum um objeto pontiagudo.

De acordo com a publicação, para conseguir a capacidade de regeneração eles tiveram que desenvolver um material plástico feito de elásticos recicláveis ​​e sensíveis à temperatura.

A parte macia do robô é composta de polímeros reticulados que quando o corpo danificado é exposto a altas temperaturas, a rede do material é quebrada gerando uma reação onde o material retorna à sua composição original antes da quebra.

“Os polímeros são substâncias formadas por muitos ‘fios’. Quando expostos ao calor, são reorganizados e se ligam entre si sem deixar pontos fracos”, afirmou Bram Vanderborght, responsável pela pesquisa.

No entanto, este projeto ainda tem alguns detalhes a serem polidos. De acordo com seus inventores, o calor deve ser aplicado por mais de 40 minutos para que o robô se regenere, e até agora apenas foram criados protótipos simples que podem ser usados ​​para a indústria alimentícia ou trabalhos simples.

No futuro, os cientistas pretendem automatizar as propriedades curativas, seja alterando o material ou permitindo que os robôs se aqueçam.

E aí curtiu a notícia? Não se esqueça de deixar comentários!

 

FONTE: engenhariaelogo_pet2